terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Sereias

Existem muitos contos, histórias e lendas sobre sereias.




Eu particularmente, acredito que elas existem, talvez numa outra dimensão, ou nessa mesmo.

Só que nem todos podem ou querem ve-las.






Acho meio inaceitável que tantas pessoas de todo o mundo falem sobre um mesmo ser, durante tantas cetenas de anos, e bem antes de tv e internet; e que esse ser seja imaginação, ou alucinação.
Sempre me interessei pelas sereias.
Acredito que sejam seres que façam parte da natureza, e assim como nós, humanos, existem diferentes tipos de sereias.




Na Irlanda, a maioria das lendas sobre sereias contam que elas são seres que atraem homens com seu canto e depois os devoram....
Não desacredito nessas lendas, pois, nós seres humanos evoluidos, atraímos os peixes com nossas iscas e depois os comemos, essa é uma questão de sobrevivência.




Conta uma antiga lenda que as Sereias não ficam só nos mares, elas habitam também os rios, cachoeiras e grandes lagos.
essa história é sobre sereias que vivem em cachoeiras.
Dizem que seu canto é como o cair das águas, dependendo a profundidade da queda é o timbre de sua vóz.





Contam que as Ondinas são muito parecidas com as sereias, porém, costumam ficar em cachoeiras de grande altitude, muito profundas e perigosas.
Diferente das Sereias, as Ondinas têm menos compreensão do nosso mundo, ou melhor dos seres humanos.
Mas elas as vezes se sentem encantadas por alguns de nós, e também se sentem muito solitárias, ás vezes algumas delas escolhe alguem pelo qual se sentiu atraída, independente de ser homem ou mulher, e faz com que essa pessoa sinta sua presença, e algumas pessoas são "encantadas" pelas ondinas, que conseguem direcionar seus cantos mágicos e convencer seus escolhidos a pularem de grandes alturas, sem saber do perigo das pedras que ficam sobre as águas.






Assim, quando seu objeto de desejo cae nas águas, ela vai buscá-lo, mas não tem o discernimento do mal que causou, não compreende que o corpo que ela abraça e toma-o pra seu companheiro já não possui mais vida.

Com o tempo, ela percebe que toda aquela magia, aquele encanto que envolvia o ser escolhido, o abandonou, e mesmo não entendo o que está se passando, na maioria das vezes ela abandona o ser sem vida, pois não consegue compartilhar da sua companhia.




É quando ela entende que continua só...
E continua com seu canto triste...esperando...









postado por Simone Garcia Cita